Long Awaited, Brazilian Production of OS ULTIMOS 5 ANOS (The Last 5 Years) Opens In Sao Paulo

Long Awaited, Brazilian Production of OS ULTIMOS 5 ANOS (The Last 5 Years) Opens In Sao PauloStarring Eline Porto and Beto Sargentelli, who also take on production alongside Lucas Mello, the musical The Last 5 Years written by Jason Robert Brown, arrives at Teatro Viradalata, in São Paulo, from September 16, for a short season. Directed by João Fonseca, musical direction by Thiago Gimenes and versions to Portuguese by Rafael Oliveira, the production, which relates in a different and special way the last years of the relationship lived by Cathy and Jamie, is a success in several countries and now opens in Brazil.

Jason Robert Brown ganhou o Prêmio Tony por ter composto o score de Parade (1998) mas o score dele que eu curto ainda mais é o do musical off-Broadway The Last 5 Years, que venceu o Drama Desk Award de 2002 de Melhores Música e Letras. Jason era então um jovem compositor judeu que teve uma rápida ascensão, que se casou com uma atriz muito batalhadora (Theresa O'Neill) e acabou se divorciando depois de cinco anos. Daí ele escreveu um musical sobre um jovem autor judeu que teve uma rápida ascensão e que se casou com uma atriz muito batalhadora que acabou se divorciando depois de cinco anos. Parecido? Você decide. Independentemente disso, a música e as letras são fabulosas, assim como são os dois atores principais desta montagem tão aguardada que agora estreia no Brasil com o título de Os Últimos 5 Anos. Beto Sargentelli (Jamie) é uma daquelas raras criaturas que pode fazer comédia, drama, cantar debaixo de uma tempestade, e continuar simpático e belo. Ele é encantador e engraçado, com um som único que eu amo. Sua esposa é interpretada por Eline Porto (Cathy), sua parceira na vida real. Porto nos traz a vulnerabilidade emocional de Cathy e faz com que os corações da plateia se partam com cada nota que ela cante.

Long Awaited, Brazilian Production of OS ULTIMOS 5 ANOS (The Last 5 Years) Opens In Sao Paulo
Beto Sargentelli (as Jamie) and Eline Porto (as Cathy)
photo by LzMota Photos

Aqui o musical que não tem um diálogo o show inteiro, só música, tem uma direção inventiva e inteligente de João Fonseca que optou por não deixar os dois atores o tempo todo em cena como é o costume, já que só há um dueto do casal a peça inteira, justamente no dia do casamento. No original o musical foi dirigido pela filha de Hal Prince - o Príncipe da Broadway - Daisy. E assim como o musical dirigido por Prince, Merrily We Roll Along (1981, com letras e músicas de Stephen Sondheim), Os Últimos 5 Anos é contado de trás para frente. Bem, Cathy conta a história de trás para frente, enquanto Jamie a conta de frente para adiante. Desta forma, no começo do musical, Cathy está lidando com o recente rompimento do casamento e Jamie está prestes a conhecer a garota com quem ele casará. Como recurso de mise-en-scène, João Fonseca também optou, durante os ensaios, preparar a obra em ordem cronológica para assim os atores "entenderem todos os detalhes (da peça), lhes dando clareza para contar a história nos dois sentidos sem deixar o espectador confuso" evidenciou Eline, em entrevista à imprensa.

Long Awaited, Brazilian Production of OS ULTIMOS 5 ANOS (The Last 5 Years) Opens In Sao Paulo
Beto Sargentelli (as Jamie)
photo by LzMota Photos

Beto e Eline nos entregam personagens que são seres humanos completamente redondos com suas virtudes e defeitos: Jamie é esperto, espirituoso e realmente encantador, mas também um pouco cheio de si enquanto que Cathy é entusiasmada, afetuosa e engraçada, más tende a ver-se como uma vítima.

The Last 5 Years provou com o passar do tempo ser extremamente popular no circuito de teatros regionais americanos e mundo afora - em parte porque este musical de dois personagens requer um mínimo de cenários e figurinos, mas também porque oferece a excelência do score de Jason Robert Brown. Também se tornou cult, e já foi montado em dezenas de países como Israel, Argentina, Malásia, Alemanha, Grécia e Hungria, e em 2015 ganhou uma adaptação para o cinema não muito bem-sucedida, com Anna Kendrick e Jeremy Jordan, que tirou todo o charme da montagem teatral, não conseguindo cumprir o desafio de adaptar Os Últimos 5 Anos para a telona, apesar de ter roteiro do próprio Jason Robert Brown juntamente com Richard LaGravenese, também diretor do filme. LaGravenese também foi o roteirista do filme As Pontes de Madison (1995). Em 2014 Brown ganharia dois Prêmios Tony pelo score e orquestrações de The Bridges of Madison County, a versão musical, claro!

Long Awaited, Brazilian Production of OS ULTIMOS 5 ANOS (The Last 5 Years) Opens In Sao Paulo
Eline Porto (as Cathy)
photo by LzMota Photos

A cenografia muito funcional de Sargentelli, Jorge Ferreira e Eline Porto é simples: alguns muros de tijolos aparentes que parecem ser uma extensão das paredes do próprio teatro, e duas escadarias móveis além de poucos objetos de cena, mas como a história e a música são tão fortes, não há necessidade de muito cenário.

O design de luz a cargo de Paulo César Medeiros dá o clima certo às diversas cenas sobretudo na cena do casamento, com muita beleza. A direção musical de Thiago Gimenes, com as orquestrações originais de Jason Robert Brown são incríveis incluindo gêneros como o pop, jazz, clássico, klezmer, latino, rock e folk. É só indo lá no intimista e aconchegante Teatro Viradalata para você conferir o que se faz com a seção de cordas pontuando a emoção dos personagens: "enquanto o baixo revela a vida suingada de Jamie o cello mostra aspectos clássicos da vida de Cathy!", nos contou Thiago, a frente de um trio que toca ao vivo. Rafael Oliveira é o responsável pela versão brasileira bem-humorada, e trouxe a trama para São Paulo - no original se passa em Nova York -, para isso adaptando as letras para a realidade brasileira (apesar dos nomes dos personagens terem permanecidos em inglês). Por exemplo, no alívio cômico Deusa Shiksa (Shiksa Godess), onde Jamie faz uma ladainha engraçadíssima sobre a reação antecipada de sua mãe sobre ele estar saindo com uma gói (não-judia), Rafael cita o clube A'Hebraica e as irmãs Abravanel! A título de curiosidade O'Neill ameaçou agir legalmente alegando que a história do musical representou seu relacionamento com Brown muito de perto, e Brown mudou a música I Could Be in Love With Someone Like You para Deusa Shiksa, a fim de reduzir a semelhança entre a personagem Cathy e Theresa O'Neill. Outro ponto alto do musical é A Canção de Samuel (The Schmuel Song), em que Jamie conta a Cathy uma história doce e bem-humorada que define o relacionamento deles.

Long Awaited, Brazilian Production of OS ULTIMOS 5 ANOS (The Last 5 Years) Opens In Sao Paulo
João Fonseca (director), Beto Sargentelli, Eline Porto, Thiago Gimenes (Musical Direction) and Paulo César Medeiros (Light Designer)
photo by LzMota Photos

Porém os destaques vão para Depressa Demais (Movin' too Fast) e Contra a Maré (Climbing Uphill/Audition Sequence). Depressa Demais é a segunda canção de Jamie e descreve sua rápida ascensão à fama. Tem jazz e é cheia de energia, e Sargentelli tem alguns riffs audaciosos no meio. Adoro!

Contra a Maré é quando Cathy está fazendo audição para um papel. Ela está sofrendo com a rejeição que enfrenta como atriz e reclama com Jamie. Um show de humor de Eline Porto com direito à crítica a certos atores sem talento nenhum que são chamados para atuar em musicais só porque têm um nome famigerado.

Uma das músicas do show que mais gosto é A Summer in Ohio (Turnê) outro daqueles alívios cômicos que citei anteriormente. É uma visão engraçadíssima de um summer-stock (aquelas produções teatrais de companhias de repertório apresentadas durante o verão, no interior dos EUA). No original consiste numa carta que Cathy está escrevendo para Jamie enquanto está se apresentando num destes summer-stocks em Ohio. Jason Robert Brown fez uma grande letra que descreve estas produções teatrais perfeitamente. Geralmente você tem uma pequena trupe de atores que fazem uma infinidade de papéis por todo o verão, alguns apropriados, outros não. Cathy então canta sobre um ator amigo que faz tanto Tevye (um velho judeu de Um Violinista no Telhado) quanto Porgy (um jovem negro de Porgy & Bess)! Hilário! Infelizmente na sua versão brasileira se perdeu, já que não temos um equivalente a estas produções no país, portanto sem ter uma solução encontrada pelo versionista.

O conceito "trás pra frente/em diante" acrescenta imensamente para o conteúdo emocional do score: no exato momento onde as histórias do casal se sobrepõem cronologicamente, quando eles estão no alto de um prédio na Avenida Paulista, é de tirar o fôlego, e a sequência final é indescritivelmente tocante com uma encenação de muito encanto (Dez Minutos / The Next Ten Minutes).

Long Awaited, Brazilian Production of OS ULTIMOS 5 ANOS (The Last 5 Years) Opens In Sao Paulo
Beto Sargentelli (as Jamie) and Eline Porto (as Cathy)
photo by Gessica Hage

Algo autobiográfico, o show de Jason Robert Brown é mais um ciclo de canções do que um musical tradicional, o que não significa que careça de emoção ou teatralidade. The Last 5 Years é uma obra-prima moderna do teatro musical americano. Sargentelli e Porto têm belas vozes musicais e podem contar uma história sincera e convincente através de suas belas letras e melodias persistentes. Eles transmitem muito bem os vários estados emocionais em que estão e se envolvem, tocando o público. Você realmente vai querer conhecer ambos os lados das histórias de seu relacionamento.

CANÇÕES:
01. Ainda Sofro (Still Hurting) Cathy
02. Deusa Shiksa (Shiksa Goddess) Jamie
03. Estou Sorrindo (See, I'm Smiling) Cathy
04. Depressa Demais (Moving Too Fast) Jamie
05. Eu Estava Ali (I'm a Part of That) Cathy
06. A Canção de Samuel (Schmuel's Song) Jamie
07. Turnê (A Summer in Ohio) Cathy
08. Dez Minutos (The Next Ten Minutes) Jamie & Cathy
09. Por Sorte ou Milagre / Quando Você Chegar (A Miracle Would Happen / When you Come Home to Me) Jamie/Cathy
10. Contra a Maré (Climbing Uphill) Cathy
11. Eu Não Deixei De Acreditar (If I Didn't Believe in You) Jamie
12. Não É Isso Que Eu Quero P'ra Mim (I Can do Better Than That) Cathy
13. Ninguém Irá Saber (Nobody Needs to Know) Jamie
14. Adeus, Te Vejo Amanhã / Nunca Pude te Salvar (Goodbye, Until Tomorrow / I Could Never Rescue You) Jamie & Cathy

FICHA TÉCNICA:

Long Awaited, Brazilian Production of OS ULTIMOS 5 ANOS (The Last 5 Years) Opens In Sao Paulo
Beto Sargentelli (as Jamie)
photo by LzMota Photos

OS ÚLTIMOS 5 ANOS (The Last 5 Years)
Música, Letras e Libreto: Jason Robert Brown
Direção: João Fonseca
Direção Musical: Thiago Gimenes
Versão brasileira: Rafael Oliveira
Elenco: Beto Sargentelli e Eline Porto
Músicos:
Tiago Fusco, Thiago Saul e Leandro Tenório
Visagismo: Marcos Padilha
Design de Luz: Paulo César Medeiros
Design de Som: Tocko Michelazzo

SERVIÇO:
Local: Teatro Viradalata
Rua Apinajés, 1387 - Sumaré, São Paulo - SP, 01258-001
Temporada: 16/09 a 19/11
Domingos 21h30 e Segundas 21h
Valor: R$50 a R$80 (inteira)
Venda especial: Site Oficial
Os Últimos 5 Anos
Vendas: Site Ingresso Rápido e Bilheteria Local (sem taxa de conveniência)
Teatro Viradalata - Horário de atendimento ao público:
-terça a sexta - das 19h até 22h
-sábados - das 14h até 22h
-domingos - das 14h até 20h
Duração: 80 minutos (sem intervalo)
Classificação: 14 anos

Related Articles View More Brazil Stories   Shows






From This Author Claudio Erlichman

Before you go...

Like Us On Facebook
Follow Us On Twitter
Follow Us On Instagram instagram
   
popup



  SHARE