Skip to main content Skip to footer site map

Donizetti's LE CONVENIENZE ED INCONVENIENZE TEATRAL (Viva La Mamma) Opens at Theatro Sao Pedro

By Claudio Erlichman. The production, which premieres on June 16th, with musical direction by André dos Santos and scenic direction by Julianna Santos, will also be broadcast live on the Youtube channel.

Donizetti's LE CONVENIENZE ED INCONVENIENZE TEATRAL (Viva La Mamma) Opens at Theatro Sao Pedro
With performances on June 16, 17, 18 and 19, the production is musically directed and conducted by André dos Santos, who leads the Orquestra Jovem do Theatro São Pedro, stage direction by Julianna Santos, scenography by Giorgia Massetani, lighting by Kuka Batista, costumes by Juliana Bertolini and visagism by Tiça Camargo. The production also features a cast formed by the Academia de Ópera do Theatro São Pedro, as well as guest singers.

Viva La Mamma, also known as Le convenienze ed inconvenienze teatrali (The theatrical conveniences and inconveniences), was inspired by a homonymous comedy by Antonio Simeone Sografi (1759-1818), staged in Venice, in 1794, and has a libretto by Domenico Gilardoni (1798-1831). The opera premiered in 1827 at the Teatro Nuovo in Naples and arrived in Milan in 1831 after a composer's revision that expanded the opera to two acts. The plot satirizes the operatic work, approaching the clichés of the opera universe.

The title refers to the 'convenienze', which were the rules relating to the ranking of singers (primo, secondo, comprimario) in 19th-century Italian opera, and the number of scenes, arias etc. that they were entitled to expect.

.

.

.

.

O Theatro São Pedro, instituição do Governo do Estado de São Paulo e da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, gerido pela organização social Santa Marcelina Cultura, estreia no mês de junho a ópera Viva La Mamma, do compositor italiano Gaetano Donizetti (1797-1848).

Com récitas nos dias 16, 17, 18 e 19 de junho, o espetáculo tem direção musical e regência de André dos Santos, que comanda a Orquestra Jovem do Theatro São Pedro, direção cênica de Julianna Santos, cenografia de Giorgia Massetani, iluminação de Kuka Batista, figurinos de Juliana Bertolini e visagismo de Tiça Camargo. A montagem traz ainda um elenco formado pela Academia de Ópera do Theatro São Pedro, além de cantoras e cantores convidados.

Viva La Mamma, também conhecida como Le convenienze ed inconvenienze teatrali (As conveniências e inconveniências teatrais), foi inspirada em uma comédia homônima de Antonio Simeone Sografi (1759-1818), encenada em Veneza, em 1794, e tem libreto de autoria de Domenico Gilardoni (1798-1831). A ópera estreou em 1827 no Teatro Nuovo, em Nápoles e chegou em Milão em 1831, depois de uma revisão do compositor que ampliou a ópera para dois atos. A trama satiriza o fazer operístico, abordando os clichês do universo da ópera. "São comportamentos de pessoas que ali, naquele contexto, pensam cada um muito mais por si do que na obra como um todo. E o Gaetano Donizetti faz isso de forma muito divertida", conta a diretora cênica Julianna Santos.

Donizetti's LE CONVENIENZE ED INCONVENIENZE TEATRAL (Viva La Mamma) Opens at Theatro Sao Pedro
photo by Heloisa Bortz

Em Vivia La Mamma, uma companhia está tentando montar uma ópera, então, como personagens temos, por exemplo, o compositor, o poeta, a prima donna. São tipos bem definidos, com personalidades bem características. "Trazemos os figurinos de forma mais contemporânea para que o público se identifique mais com essas figuras", explica a diretora cênica.

O título que está sendo ensaiado pela companhia é Romulo ed Ersilia, que satiriza Elvida, ópera séria do próprio Donizetti que estreou no Teatro San Carlo, de Nápoles no ano anterior.

"Não tem ninguém que pense no coletivo. E nós tentamos colocar isso na encenação. O cenário, por exemplo, com portas que nos levam a lugar nenhum. Dessa forma, qualquer personagem pode entrar por qualquer porta, essas estruturas vão se desmontando durante o espetáculo no sentido de criar um ambiente cada vez mais confuso, onde esses egos, essas individualidades, não permitem que o conjunto se realize, que se chegue a algum lugar", descreve Julianna Santos.

Donizetti's LE CONVENIENZE ED INCONVENIENZE TEATRAL (Viva La Mamma) Opens at Theatro Sao Pedro
photo by Heloisa Bortz

Um dos recursos cômicos utilizados por Donizetti é a reversão da convenção da época de cantoras do sexo feminino atuarem em papéis masculinos ao colocar, por exemplo, um barítono para fazer o papel de Agata (mamma), uma mãe zelosa que luta pelos direitos de sua filha, que não é a prima donna, e sim a segunda soprano da companhia

"Temos um diálogo com o mundo atual pensando justamente que o coletivo faz cada vez mais sentido hoje do que somente as individualidades", afirma a diretora cênica.


Transmissão ao vivo
A récita de domingo, dia 19 de junho, às 17h, terá transmissão gratuita pelo canal de YouTube do Theatro São Pedro: youtube.com/TheatroSaoPedroTSP

Bilheteria
Os ingressos custam R$ 30 e R$ 15 (meia) e devem ser adquiridos exclusivamente pelo site: https://cloud.broadwayworld.com/rec/ticketclick.cfm?fromlink=2180326®id=150&articlelink=https%3A%2F%2Ftheatrosaopedro.byinti.com%2F?utm_source=BWW2022&utm_medium=referral&utm_campaign=article&utm_content=bottombuybutton1

SERVIÇO:

Donizetti's LE CONVENIENZE ED INCONVENIENZE TEATRAL (Viva La Mamma) Opens at Theatro Sao Pedro
photo by Heloisa Bortz

VIVA LA MAMMA
Gaetano Donizetti (1797 - 1848)
libreto de Domenico Gilardoni

ACADEMIA DE ÓPERA DO THEATRO SÃO PEDRO
ORQUESTRA JOVEM DO THEATRO SÃO PEDRO

Paulo Zuben direção artístico-pedagógica
Ricardo Appezzato gestão artística
André Dos Santos, direção musical e regência
Julianna Santos, direção cênica
GIorgia Massetani, cenografia
Kuka Batista, iluminação
Juliana Bertolini, figurino
Tiça Camargo, visagismo

ELENCO:
Alessandra Wingter / Giulia Moura, soprano (Daria, prima donna)
Rafael Siano, barítono (Procolo, marido)
Pedro Côrtes, barítono (Biscroma Strappaviscere, maestro)
Charles Miyazaki, barítono (Agata, mamma)
Elisa Furtado / Alessandra Carvalho, soprano (Luigia, seconda donna)
David Medrado / Felipe Bertol, tenor (Guglielmo, tenor alemão)
Luiza Girnos / Maria Thereza, contralto (Pippetto, músico)
Athos Teixeira, barítono (Cesare Salzapariglia, poeta)
Gustavo Lassen, baixo (Empresário)
Andrey Mira, barítono (Diretor)
Francisco Garrido, tenor (coro)
Vinícius Cestari, tenor (coro)
Wagner Platero, tenor (coro)

ENSAIO GERAL ABERTO: 15 de outubro, quarta-feira, 19h

Transmissão pelo YouTube

RÉCITAS:  16, 17, 18 e 19 de junho
Quinta, sexta e sábado às 20h, domingo às 17h
LOCAL: Theatro São Pedro
ENDEREÇO: Rua Barra Funda, 161 - Barra Funda, São Paulo/SP
INGRESSOS: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)
DURAÇÃO: 1h30
CLASSIFICAÇÃO: Livre




From This Author - Claudio Erlichman

           Publicist, graduated in Advertising & Marketing from ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing) and post-graduated from UCSD (University of California... (read more about this author)


Based on One of the Most Popular Brazilian Soap Operas O BEM AMADO Gets a Musical VersionBased on One of the Most Popular Brazilian Soap Operas O BEM AMADO Gets a Musical Version
August 4, 2022

The show has lyrics and music by Zeca Baleiro and Newton Moreno, with musical direction by Marco França and features Cassio Scapin as the corrupt and demagogue Odorico Paraguacu, candidate for mayor of Sucupira. As there is no cemetery in the city, which forces residents to bury their dead in neighboring municipalities, the politician is elected with the slogan “Vote for a serious man and win a cemetery”!

Disney's A PEQUENA SEREIA (THE LITTLE MERMAID) Opens a New Season in Sao PauloDisney's A PEQUENA SEREIA (THE LITTLE MERMAID) Opens a New Season in Sao Paulo
July 26, 2022

'The Little Mermaid' a Broadway production inspired by the Disney movie, will be staged in Brazil at Teatro Santander on July 17th. It is the first time Disney has allowed an staging in the country, without obligation to be a replica of the American production.

Review: After 60 Years of its Opening WEST SIDE STORY Continues to Thrill Audiences in Historic ProductionReview: After 60 Years of its Opening WEST SIDE STORY Continues to Thrill Audiences in Historic Production
July 19, 2022

West Side Story opens on July 8th at Theatro Sao Pedro. A masterpiece by Bernstein & Sondheim, direction by Charles Moeller and Brazilian version by Claudio Botelho, the musical direction is by Claudio Cruz, who leads the Orquestra do Theatro Sao Pedro. The production also has a cast headed by Giulia Nadruz (Maria) and Beto Sargentelli (Tony)

After Great Success in Rio de Janeiro, PONTO A PONTO (Amy Herzog's 4000 Miles) Opens for a Short Season in Sao PauloAfter Great Success in Rio de Janeiro, PONTO A PONTO (Amy Herzog's 4000 Miles) Opens for a Short Season in Sao Paulo
July 11, 2022

After the success of Rio de Janeriro’s season, the play Ponto a Ponto (Amy Herzog’s 4000 Miles), directed by Gustavo Barchilon, opens in Sao Paulo on July 15, at Teatro B32. The show features Luiz Fernando Guimaraes giving life to a 90-year-old lady, Bruno Gissoni as her grandson and Renata Ricci in two roles.

Divided Into 6 Parts VOZES NEGRAS – A FORÇA DO CANTO FEMININO is the First Musical in a Series FormatDivided Into 6 Parts VOZES NEGRAS – A FORÇA DO CANTO FEMININO is the First Musical in a Series Format
July 6, 2022

Produced by Aventura, an innovative project raises guidelines on black feminism, the importance and role of black singers and songwriters in the history of Brazilian music. The season in Sao Paulo, which takes place at Teatro Sergio Cardoso and on the #CulturaEmCasa platform, will bring together musical theater and a forum of ideas.