Skip to main content Skip to footer site map
Musical NEY MATOGROSSO – HOMEM COM H Celebrates the Trajectory of One of the Most Authentic Artists of Brazilian Culture

Musical NEY MATOGROSSO – HOMEM COM H Celebrates the Trajectory of One of the Most Authentic Artists of Brazilian Culture

By Claudio Erlichman, The production runs from September 9th through October 30th at 033 Rooftop, at Teatro Santander, located in the JK Iguatemi Complex

Musical NEY MATOGROSSO – HOMEM COM H Celebrates the Trajectory of One of the Most Authentic Artists of Brazilian Culture After the huge success of the musical Silvio Santos Vem Aí, Paris Cultural chose to honor the chameleonic singer Ney Matogrosso, one of the most unique figures in Brazilian music and culture. This is the musical Ney Matogrosso - Homem com H, which premieres on September 9th at 033 Rooftop, at Teatro Santander, located in the JK Iguatemi Complex, in São Paulo.

The show has libretto by Emilio Boechat and Marilia Toledo, who also signs the direction alongside Fernanda Chamma, and musical direction by Daniel Rocha. After an intense audition process, the actor chosen to play the honoree is Renan Mattos.

Ney de Souza Pereira (born August, 1941), known professionally as Ney Matogrosso , is a Brazilian singer who is distinguished for his uncommon countertenor voice. He was ranked by Rolling Stone as the third greatest Latin American singer of all time.

.

.
.

Depois do enorme sucesso do musical Silvio Santos Vem Aí, a produtora Paris Cultural escolheu homenagear o camaleônico cantor Ney Matogrosso, uma das figuras mais singulares da música e da cultura brasileiras. Trata-se do musical Ney Matogrosso - Homem com H, que estreia no dia 9 de setembro (sexta-feira) no 033 Rooftop, do Teatro Santander, localizado no Complexo JK Iguatemi, em São Paulo.

O espetáculo tem texto de Emilio Boechat e Marilia Toledo, que assina também a direção ao lado de Fernanda Chamma, e direção musical de Daniel Rocha. Após um intenso processo de audições, o ator escolhido para viver o homenageado é Renan Mattos.

A ideia de montar essa produção, de acordo com a diretora e autora Marília Toledo, surgiu depois que ela soube que seus sócios Marcio Fraccaroli e Sandi Adamiu tinham adquirido os direitos para realizar um longa-metragem sobre a vida de Ney Matogrosso. "Eu logo pedi para que eles também adquirissem os direitos para levar a história para o teatro. Tivemos um almoço com o Ney, quando pudemos compartilhar com ele nossa visão sobre esse espetáculo musical", revela.

Musical NEY MATOGROSSO – HOMEM COM H Celebrates the Trajectory of One of the Most Authentic Artists of Brazilian Culture
Ney Matogrosso himself
photo by Divulgação

"Ney é um artista único, com uma visão cênica impressionante. Ele cuida de todas as etapas de sua performance. Além da escolha de repertório e banda, pensa no figurino, na iluminação, na direção geral. E, quando está em cena, transforma-se em diferentes personagens. Ele nunca estudou dança e, quando o vemos em cena, parece que nasceu sabendo dançar. Mas ele jamais se coreografa. É sempre um movimento livre", admira-se a encenadora.

Já para Renan Mattos é extremamente desafiador interpretar uma figura tão importante para a nossa cultura. "O Ney é um ser camaleônico, tem um lado íntimo reservado, mas ao mesmo tempo é catártico no palco e apresenta um leque de personas a cada música. Cada uma dessas personas tem algo de místico, de misterioso, de selvagem, um ser 'híbrido' como definido por muitos, indecifrável. Então eu não me sinto interpretando o Ney e sim pedindo licença e pegando emprestado tudo aquilo que ele transformou na música e na vida das pessoas, todos os caminhos que ele abriu para pessoas e artistas como eu e isso é muito significativo".

O musical chega para apresentar ao público essa figura tão importante para a nossa cultura, "algo obrigatório para qualquer brasileiro", como considera Toledo. "A discografia de Ney Matogrosso passeia pelos compositores mais importantes do nosso país, o que reflete a nossa história. E sua história de vida é extremamente interessante. Ele sempre foi um homem absolutamente autêntico. Experimentou e ousou como nenhum outro artista, enfrentando os militares de peito aberto e nu, literalmente".

A montagem

Ney Matogrosso - Homem com H explora momentos e canções marcantes na trajetória do cantor sem seguir necessariamente uma ordem cronológica. A história começa em um show do Secos & Molhados, em plena ditadura militar, quando uma pessoa da plateia o xinga de "viado". Essa cena se funde com momentos da infância e adolescência do artista. E, dessa forma, outros episódios vão se encadeando na cena.

Para contar essa história, Marilia Toledo e Emilio Boechat mergulharam nas três biografias já publicadas sobre Ney Matogrosso, além de matérias jornalísticas, vídeos e o próprio artista. "Com a ajuda do próprio Ney, tentamos ser fiéis aos fatos mais importantes de sua vida privada e profissional, mas com a liberdade lúdica que o teatro pede" revela a diretora.

Em relação às canções do homenageado, o musical também não segue uma cronologia - exceto naqueles momentos em que a dramaturgia precisa ser mais fiel à realidade. As músicas vão sendo encaixadas no contexto de cada cena e as letras acabam estabelecendo um diálogo interessante com a vida de Ney Matogrosso.

Quanto à encenação, as diretoras apostam em um ensemble potente, que irá apoiar o protagonista do começo ao fim - e praticamente sem sair de cena. As trocas de figurinos e até maquiagens, inclusive, serão feitas na frente do público, brincando com as ideias de oculto e o explícito o todo o tempo.

Musical NEY MATOGROSSO – HOMEM COM H Celebrates the Trajectory of One of the Most Authentic Artists of Brazilian Culture
Renan Mattos as Ney Matogrosso
photo by Tiago Moraes

Além da própria trajetória do homenageado, o musical discute um tema cada vez mais relevante para a realidade brasileira: a liberdade. "Principalmente, a liberdade de ser quem se é, a qualquer custo. Ney combateu a ditadura não com palavras, mas com sua atitude cênica, entrando maquiado e praticamente nu no palco e na televisão, na época de maior censura que o país já viveu. As ambiguidades que ele sempre trouxe para o público foram pauta na década de 70 e permanecem em pauta até os dias de hoje. Ele também sempre foi adepto do amor livre e deixou clara a sua bisexualidade desde o início", destaca Toledo.

Outro aspecto que tem bastante importância na montagem são os icônicos e provocantes figurinos de Ney Matogrosso. A diretora conta que a figurinista Michelly X está mergulhada em uma intensa pesquisa dos trajes originais usados pelo artista-camaleão para poder reproduzi-los com bastante fidelidade.

"Para a direção musical, demos total liberdade a Daniel Rocha na concepção musical e sonora. Ele tem uma inteligência profunda na arte de contar histórias por meio de seus arranjos e escolhas de instrumentos e vozes para cada momento da trama".



FICHA TÉCNICA

Texto: Marilia Toledo e Emílio Boechat
Direção: Fernanda Chamma e Marilia Toledo
Direção Musical: Daniel Rocha

Coreografia: Fernanda Chamma
Cenografia: Carmem Guerra

Figurinos: Michelly X
Visagismo - Edgar Cardoso
Desenho de som - Eduardo Pinheiro

Preparação vocal - Andréia Vitfer
Realização: Paris Cultural
Produção Geral: Paris Cultural

Elenco por ordem alfabética:
Adriano Tunes - Gérson Conrad
Arthur Berges - Vicente Pereira
Bruno Boer - Cover Ney Matogrosso
Dante Paccola - Ney jovem
Fábio Lima - Ensemble
Giselle Lima - Beíta
Hellen de Castro - Rita Lee
Laura Carolinah - Regina Chaves
Marcos Lanza - Moracy do Val
Maria Clara Manesco - Luli
Maurício Reducino - Ensemble
Natália Antunes - Dance Captain
Renan Mattos - Ney Matogrosso
Rhener Freitas - João Ricardo
Tatiana Toyota - Elvira
Vinícius Loyola - Cazuza
Vitor Vieira - Matto Grosso
Yudchi Taniguti - Frejat

SERVIÇO:

NEY MATOGROSSO - HOMEM COM H

Temporada: 9 de setembro 30 de outubro de 2022
Sessões: sextas-feiras às 20h30, sábados às 15h30 e às 20h30, Domingo 15h30 e 20h.
Duração do espetáculo: 2 h (com 15 minutos de intervalo)
Local: 033 Rooftop (cobertura do Teatro Santander)

Capacidade: 313 lugares
Setores e preços: Setor VIP R$ 250,00 e Setor 2 R$ 75,00
** Clientes Santander possuem 15% de desconto nas compras no bar do 033 Rooftop

CANAIS DE VENDAS OFICIAIS
Sem taxa de serviço

Bilheteria do Teatro Santander - Todos os dias, das 12h às 18h. Em dias de espetáculos, a bilheteria permanece aberta até o início da apresentação.

Auto-atendimento: A bilheteria do Teatro Santander possui um toten de auto-atendimento para compras de ingressos sem taxa de conveniência 24h por dia.

Com taxa de serviço
https://cloud.broadwayworld.com/rec/ticketclick.cfm?fromlink=2195818®id=150&articlelink=https%3A%2F%2Fsite.bileto.sympla.com.br%2Fteatrosantander%2F?utm_source=BWW2022&utm_medium=referral&utm_campaign=article&utm_content=bottombuybutton1

Formas de pagamento: Dinheiro, Cartão de débito e Cartão de crédito.




From This Author - Claudio Erlichman

           Publicist, graduated in Advertising & Marketing from ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing) and post-graduated from UCSD (University of Califo... (read more about this author)


PRETAGONISMO DAY I ATO Celebrates Black Culture Month at Teatro LiberdadePRETAGONISMO DAY I ATO Celebrates Black Culture Month at Teatro Liberdade
November 23, 2022

PRETAGONISMO DAY - I ATO is a true BROADWAY talk show! An act of representation, diversity, inclusion and empowerment that aims to emphasize and value the strength and importance of black protagonism in culture and in all its aspects today. A night of celebration in the Month of Black Awareness.

Alonso Barros Pays an Affective Homage to Musical Theater in His Debut Movie TEATRO BRAlonso Barros Pays an Affective Homage to Musical Theater in His Debut Movie TEATRO BR
November 23, 2022

A theater with echoes and voices from the past that will interpret the past of three characters who were once friends and lovers. Miguel, a washed-up middle-aged transvestite artist; Sara, a middle-aged actress struggling to remain relevant in her career; and Paulo, who abandoned a promising artistic career.

Theatro Sao Pedro Opens Richard Strauss' ARIADNE AUF NAXOS Concluding the Lyrical Season for 2022Theatro Sao Pedro Opens Richard Strauss' ARIADNE AUF NAXOS Concluding the Lyrical Season for 2022
November 17, 2022

With musical direction by the German conductor Felix Krieger, who commands the Orquestra do Theatro Sao Pedro, and scenic direction by the Argentine Pablo Maritano, the never seen production in Brazil takes the stage at Theatro Sao Pedro on November 18th.

Awards: DID AWARDS (Destaque Imprensa Digital - Digital Press Highlight) Announces 5th Edition NomineesAwards: DID AWARDS (Destaque Imprensa Digital - Digital Press Highlight) Announces 5th Edition Nominees
November 11, 2022

The award, which brings together representatives of the digital press and celebrates musical theater in São Paulo City, presents novelties in 2022, including the sum of eight new categories.

Musical BOSQUE DOS SONAMBULOS (Sleepwalkers' Forest) Delves Into LGBTQ Gothic Fantasy Romance by Throwing Audiences Between Eccentric CharactersMusical BOSQUE DOS SONAMBULOS (Sleepwalkers' Forest) Delves Into LGBTQ Gothic Fantasy Romance by Throwing Audiences Between Eccentric Characters
November 9, 2022

A gothic musical inspired by horror films from the 1960s and 1970s is the plot for the show Bosque dos Sonambulos (Sleepwalkers' Forest), which opens at Teatro Pequeno Ato. With libretto and direction by Matheus Marchetti and original compositions by Vitor Mascarenhas, the play embarks on a queer gothic fantasy told in songs.