Brazilian Diva Claudia Raia Portrays Iconic Painter TARSILA DO AMARAL in a New Musical

By Claudio Erlichman The production runs from January 25th through May 26th, at Teatro Santander.

By: Jan. 17, 2024
Get Access To Every Broadway Story

Unlock access to every one of the hundreds of articles published daily on BroadwayWorld by logging in with one click.




Existing user? Just click login.

Brazilian Diva Claudia Raia Portrays Iconic Painter TARSILA DO AMARAL in a New Musical Tarsil do Amaral  (1886 – 1973) was a Brazilian painter, draftswoman, and translator. She is considered one of the leading Latin American modernist artists, and is regarded as the painter who best achieved Brazilian aspirations for nationalistic expression in a modern style. As a member of the Grupo dos Cinco, Tarsila is also considered a major influence in the modern art movement in Brazil, alongside Anita MalfattiMenotti Del Picchia, Mário de Andrade, and Oswald de Andrade. She was instrumental in the formation of the aesthetic movement, Antropofagia (1928–1929); in fact, Tarsila was the one with her celebrated painting, Abaporu, who inspired Oswald de Andrade's famous Manifesto Antropófago.

Produced by Rega Início Produções Artísticas, idealized by Raia Produções and implemented by Oito Graus Produções the show Tarsila, a Brasileira will address Tarsila's life, work and influence on Brazilian culture, and runs from 01/25/2024 to 05/26/2024 in São Paulo, at Teatro Santander, located within the JK Iguatemi Complex.

With book and lyrics by Anna Toledo and direction by José Possi Neto, who also is the art director, the production has Claudia Raia as the protagonist and producer alongside Jarbas Homem de Mello, who plays Oswald de Andrade.
 

Brazilian Diva Claudia Raia Portrays Iconic Painter TARSILA DO AMARAL in a New Musical
Tarsila, A Brasileira: Overture
photo by Mare Martin

Foram dois anos intensos na vida pessoal de Claudia Raia com o nascimento de seu filho Luca, mas a vida profissional começa a dar grandes sinais de retomada em ritmo aceleradíssimo. Isso porque ela finalmente volta aos palcos a partir de 25 de janeiro de 2024 para a estreia de um dos projetos mais importantes de sua carreira. A atriz protagoniza e produz Tarsila, a Brasileira, musical 100% nacional com produçao  da Rega Início Produções Artísticas, idealização da Raia Produções e realização da Oito Graus Produções, que retrata a vida de Tarsila do Amaral, que com sua paleta de cores e inovação, mostrou a verdadeira face do Brasil, traduzindo a complexidade e a riqueza da cultura nacional para o mundo todo.  A montagem, com texto e letras de Anna Toledo e José Possi Neto, que também assina a encenação e direção de arte, e direção musical de Guilherme Terra, traz ainda Jarbas Homem de Mello, dando vida a Oswald de Andrade. O espetáculo fica em cartaz no Teatro Santander, localizado no Complexo JK Iguatemi, em São Paulosomente até 26 de maio de 2024

Arte e cultura são fundamentais porque carregam nossa história, contam mais sobre nós, sobre nossa identidade coletiva”, diz Claudia Raia. “Tarsila do Amaral é a cara do Brasil. Com sua obra, ela mostra nosso potencial de criação, renovação e como é importante olhar o que veio antes, nem que seja para se alimentar daquilo e mostrar algo novo”.

Brazilian Diva Claudia Raia Portrays Iconic Painter TARSILA DO AMARAL in a New Musical
Tarsila do Amaral herself
photo by Divulgação

Num verdadeiro passeio pelo início dos anos 1900, o público terá contato com ícones, como Anita Malfatti (Keila Bueno), Mário de Andrade (Dennis Pinheiro) e Menotti del Picchia (Ivan Parente), que, com Tarsila do Amaral e Oswald de Andrade, formaram o quinteto de modernistas que mudaram a história da arte brasileira.

Além deles, completam o elenco de 23 atores cantores: Carol Costa (Dulce/ Pagu), Liane Maia (Dona Olívia Guedes Penteado), Reiner Tenente (Luís Martins /Blaise Cendras), Estela Ribeiro (ensemble/ Tarsila do Amaral alternante), e também André Luiz Odin (Mordomo/Raul Bopp/Agente de Polícia/ensemble), John Seabra (Diretor Museu/Osório Cesar/ensemble/ Mário de Andrade cover), Fernanda Godoy (ensemble/ swing), Fernanda Salla (Esposa Kojo Tuvalu/Diretora Museu/ensemble), Guilherme Terra (Ígor Stravinsky/ Maestro condutor), Marcos Lanza (Seu Juca/Mensageiro/ensemble - Cover de Menotti Del Pichia/Jean Cocteau/Waldemar), Marilice Cosenza (Diretora Museu/Prisioneira/ensemble/ Anita Malfatti cover), Matheus Paiva (Agente de polícia/ensemble - cover Blaise Cendrás/Luis Martins), Mirella Guida (Esposa Kojo Tuvalu/Socialite/Prisioneira/ensemble), Carol Botelho (ensemble / Dulce/Pagu cover), Rafael Leal (Kojo Tuvalu/Diretor Museu/Oficial de justiça/ensemble), Renato Bellini (Mordomo/Pablo Picasso/Jorge Amado/ensemble), Vanessa Costa (Socialite/ensemble / Dona Olívia Guedes Penteado cover), Guilherme Pereira (Swing masculino/ensemble / dance captain).

Na equipe criativa de Tarsila - a Brasileira também estão Tony Lucchesi e Guilherme Terra (Músicas), Alonso Barros (Coreografia e Direção de Movimento), Renato Theobaldo (Cenário), Fabio Namatame (Figurino) e Dicko Lorenzo (Visagismo). 

Sinopse

Brazilian Diva Claudia Raia Portrays Iconic Painter TARSILA DO AMARAL in a New Musical
Claudia Raia as Tarsila
photo by Paschoal Rodrigues

A história começa com a chegada de Tarsila a São Paulo, em 1922, vinda da Escola de Artes de Paris, e seu encontro com os modernistas, que daria origem ao famoso Grupo dos Cinco (Tarsila, Anita Malfatti, Oswald de Andrade, Mário de Andrade e Menotti del Picchia) e seria o início de um tórrido romance entre ela e Oswald. A ação então passa pela efervescência e excessos dos modernistas, a vida entre São Paulo e Paris, o atribulado e concorrido atelier de Tarsila em Paris, frequentado pela nata artística da época (Pablo Picasso, Igor Stravinsky, Eric Satie, Jean Cocteau, entre outros), o “redescobrimento do Brasil” e as revoluções estéticas que culminaram no movimento Antropofágico e na criação do Abaporu, ponto máximo da colaboração artística entre Tarsila e Oswald.
 

Brazilian Diva Claudia Raia Portrays Iconic Painter TARSILA DO AMARAL in a New Musical
Tarsila, A Brasileira: Ó Que Trem Bom number
photo by Mare Martin

A segunda parte da história começa justamente com a Crise de 1929, quando Tarsila perde toda a sua fortuna e descobre a traição de Oswald com Pagu, jovem protegida do casal. Separada de Oswald e destituída de suas fazendas, Tarsila viaja para Moscou e dá início a sua fase de pinturas “sociais”, retratando os trabalhadores brasileiros. Tarsila é presa pela polícia de Getúlio Vargas, suspeita por atividades “revolucionárias” pelo simples fato de ter ido à Rússia. Acolhida e amparada pelos amigos, Tarsila então conhece seu último amor, o jornalista carioca Luis Martins, 24 anos mais jovem do que ela, com quem viveria por dezoito anos.

Após a morte da sua filha e sua neta, da separação de Luís, e da morte de Mário, Anita e Oswald, Tarsila reflete sobre suas perdas e encontra consolo na espiritualidade – mais especificamente, na doutrina espírita de Chico Xavier. Numa epifania, Tarsila revela sua visão e renova sua convicção na Arte como possibilidade de transcendência e de encontro com as pessoas que amou e as pessoas que compartilharam do mesmo sonho, que se funde com a Retrospectiva da Semana de Arte Moderna, cem anos depois, numa grande consagração da Cultura brasileira.
 

Brazilian Diva Claudia Raia Portrays Iconic Painter TARSILA DO AMARAL in a New Musical
Tarsila, A Brasileira creatives: Guilherme Terra, Alonso Barros,
Jarbas Homem de Mello, José Possi Neto,
Anna Toledo and Marcelo Demetrius
photo by Mare Martin

EQUIPE CRIATIVA COMPLETA

Texto e Letras de
Anna Toledo e José Possi Neto 

Músicas: Guilherme Terra e Tony Lucchesi 
Encenação e Direção de Arte: José Possi Neto 
Coreografia e Direção de Movimento: Alonso Barros  
Direção Musical: Guilherme Terra
Cenário: Renato Theobaldo   
Figurino: Fábio Namatame  
Visagismo: Dicko Lorenzo 

Elenco:
Claudia Raia
(Tarsila do Amaral), Jarbas Homem de Mello (Oswald de Andrade), Keila Bueno (Anita Malfatti), Dennis Pinheiro (Mário de Andrade) Ivan Parente (Menotti del Picchia), Carol Costa (Dulce/ Pagu), Liane Maia (Dona Olívia Guedes Penteado), Reiner Tenente (Luís Martins /Blaise Cendras), Estela Ribeiro (ensemble/ Tarsila do Amaral alternante), e também André Luiz Odin (Mordomo/Raul Bopp/Agente de Polícia/ensemble), John Seabra (Diretor Museu/Osório Cesar/ensemble/ Mário de Andrade cover), Fernanda Godoy (ensemble/ swing), Fernanda Salla (Esposa Kojo Tuvalu/Diretora Museu/ensemble), Guilherme Terra (Ígor Stravinsky/ Maestro condutor), Marcos Lanza (Seu Juca/Mensageiro/ensemble - Cover de Menotti Del Pichia/Jean Cocteau/Waldemar), Marilice Cosenza (Diretora Museu/Prisioneira/ensemble/ Anita Malfatti cover), Matheus Paiva (Agente de polícia/ensemble - cover Blaise Cendrás/Luis Martins), Mirella Guida (Esposa Kojo Tuvalu/Socialite/Prisioneira/ensemble), Carol Botelho (ensemble / Dulce/Pagu cover), Rafael Leal (Kojo Tuvalu/Diretor Museu/Oficial de justiça/ensemble), Renato Bellini (Mordomo/Pablo Picasso/Jorge Amado/ensemble), Vanessa Costa (Socialite/ensemble / Dona Olívia Guedes Penteado cover), Guilherme Pereira (Swing masculino/ensemble / dance captain).

Produção: Rega Início Produções Artísticas
Idealização: Raia Produções 
Realização: Oito Graus Produções 

SERVIÇO:

TARSILA,  A BRASILEIRA

Dia:  A partir de 25 de janeiro até 26 de maio (conferir no site todas as datas disponíveis)
Horários: Quintas-feiras, às 20h;
    Sextas-feiras, às 20h;
    Sábados, às 16h e 20h;
    Domingos, às 16h e 20h
Duração: 2h30min, com intervalo
Local: Teatro Santander
Endereço: Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 2041, Itaim Bibi, São Paulo - Complexo JK Iguatemi
Classificação etária: Livre, menores de 12 anos acompanhados dos pais ou responsáveis legais.

QUINTAS, ÀS 20H:
BALCÃO B: R$ 25,00 meia entrada e R$ 50,00  inteira
FRISA BALCÃO: R$ 25,00 meia entrada e R$ 50,00 inteira
BALCÃO A: R$ 62,50 meia entrada e R$ 125,00 inteira
FRISA PLATEIA SUPERIOR: R$ 110,00 meia entrada e R$ 220,00 inteira
PLATEIA SUPERIOR: R$ 110,00 meia entrada e R$ 220,00 inteira
VIP: R$ 140,00 meia entrada e R$ 280,00 inteira

FERIADOS, TODOS HORÁRIOS | SEXTAS, ÀS 20H,| SÁBADOS E DOMINGOS, ÀS 16H E ÀS 20H:

BALCÃO B: R$ 25,00 meia entrada e R$ 50,00  inteira
FRISA BALCÃO: R$ 25,00 meia entrada e R$ 50,00 inteira
BALCÃO A: R$ 75,00 meia entrada e R$ 150,00 inteira
FRISA PLATEIA SUPERIOR: R$ 125,00 meia entrada e R$ 250,00 inteira
PLATEIA SUPERIOR: R$ 125,00 meia entrada e R$ 250,00 inteira
VIP: R$ 150,00 meia entrada e R$ 300,00 inteira

*Clientes Santander têm 30% de desconto nos ingressos inteiros, limitados a 2 por CPF.

INGRESSOS
Internet (com taxa de conveniência):
Sympla: https://bileto.sympla.com.br/event/88581/d/225386
Bilheteria física (sem taxa de conveniência):

Teatro Santander

Horário de funcionamento: Todos os dias das 12h00 às 18h00. Em dias de espetáculos, a bilheteria permanece aberta até o início da apresentação. A bilheteria do Teatro Santander possui um totem de autoatendimento para compras de ingressos sem taxa de conveniência 24h por dia.

Endereço: Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 2041. 

Descontos

50% DE DESCONTO | MEIA-ENTRADA: obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição de beneficiário.

30% DE DESCONTO | CLIENTE SANTANDER - Na compra de ingressos realizada por clientes Santander, limitado a 20% da lotação do teatro. Não cumulativo com meia­-entrada. Limitados a 02 (dois) ingressos por CPF. Esta compra deverá ser realizada com cartões do Banco Santander, para compras on-line somente o cartão de crédito Santander, compras na bilheteria e totem, o pagamento com o desconto poderá ser realizado em débito ou crédito. Verifique em qual setor o desconto está disponível. De acordo com o art. 38, inciso I, da Instrução Normativa nº 1, de 20/03/2017 e com base na Lei Federal nº 8.313 (Lei Rouanet) e Decreto nº 5.761, é proibido comercializar o produto cultural (ingressos) em condições diferentes para clientes Santander, das praticadas ao público em geral.




Videos