SUSAN BOYLE  Articles
Click Here for More Articles on SUSAN BOYLE ...

BWW Review: VERSÃO BRASILEIRA (BROADWAY IN PORTUGUESE)

BWW Review: VERSÃO BRASILEIRA (BROADWAY IN PORTUGUESE)

A foto que ilustra esta crítica não é do espetaculo que ontem estreou no Espaço Sesc Copacabana. Nela estão Inez Viana, Alessandra Verney, Ivana Domenico, Gottsha, Ada Chaseliov e Stella Maria Rodrigues em Cole Porter- ELE NUNCA DISSE QUE ME AMAVA, onde o publico e a imprensa carioca conheceu pela primeira vez a expressão: "Um espetaculo de Charles Möeller e Claudio Botelho".

Agora, alguns anos depois, Möeller e Botelho comemoram a parceria com um acontecimento teatral memorável que, desde já, vai entrar para a História dos dois e com certeza para a da platéia que em irrepreensível trajetória, eles formaram. VERSÃO BRASILEIRA reafirma, utilizando apenas e tão somente TALENTO, a maturidade que estes dois artistas alcançaram.Claudio Botelho revela uma segurança e dominio de palco que só os grandes "entertainers" possuem. É curioso que até em canções como "I DREAMED A DREAM" (de LES MISERABLES), que a mídia internacional explorou até a exaustão no ultimo ano (alguem ainda se lembra de Susan Boyle?), Botelho encontre uma interpretação absolutamente pessoal, suave, personalíssima, surpreendente, inesquecível e única. O roteiro (assinado pela dupla) nos mostra de cara, através de LET'S CALL THE WHOLE THING OFF(George e Ira Gershwin) que os dois, mesmo trabalhando sempre juntos, são completamente diferentes um do outro. Talvez essa característica seja uma prova contundente de que os opostos se atraem e dão certo. Foi assim com Rodgers e Hammerstein, com Kander e Ebb e até mesmo com os irmãos Gershwin, isso só no campo dos musicais.

Assim, na simplicidade do espaço elegantemente criado por Charles, Claudio passeia pelo tempo e por vários sucessos internacionais por ele traduzidos como COMPANY, MISS SAIGON, CHICAGO, SWEET CHARITY, MY FAIR LADY, WEST SIDE STORY, O BEIJO DA MULHER ARANHA (KISS OF THE SPIDER WOMAN), LADO A LADO COM SONDHEIM (SIDE BY SIDE BY SONDHEIM),A NOVIÇA REBELDE(THE SOUND OF MUSIC),AVENIDA Q (AVENUE Q) e o recente fenomeno de critica e bilheteria (campeão absoluto de premios) O DESPERTAR DA PRIMAVERA (SPRING AWAKENING). Cumpre destacar a genialidade de transformar LE JAZZ HOT de VITOR OU VITÓRIA (Victor VictorIA) numa quase vinheta, sem qualquer acompanhamento instrumental, utilizando apenas o estalar dos dedos de Claudio e dos musicos ( e tambem da platéia, na noite de estreia para convidados).

Então, embarcamos quase sem sentir (uma caracteristica inteligente do roteiro), no seguimento brasileiro da obra de Möeller e Botelho,onde Claudio interpreta Chico Buarque (NA BAGUNÇA DO TEU CORAÇÃO, A OPERA DO MALANDRO, SUBURBANO CORAÇÃO), Ed Motta ( 7- O MUSICAL) e Carlos Lyra na (hoje um hino) MARCHA DA QUARTA FEIRA DE CINZAS,de SASSARICANDO, que ganhou um sabor especial com a presença de Lyra na primeira fila. Aliás é deste bloco mais um dos inúmeros momentos antológicos do espetaculo: o "dueto" de Claudio com Edgar Duvivier no sax, interpretando SASSARICANDO de Luis Antonio, Oldemar Magalhães e Zé Mario. Teatro puro!
A direção de Charles Möeller é absolutamente impecável,demonstrando possuir em cada segundo do espetaculo sua caracteristica indiscutível de "showmanship", termo que, até mesmo na Broadway, poucos diretores conseguiram acrescentar a seus curriculos. Fundamental em toda a realização, é a contribuição valiosa desse poeta da luz (e das sombras) que é Paulo Cesar Medeiros. É incrivel como até mesmo as caracteristicas arquitetonicas da sala de espetaculo são aproveitadas por esse grande artista. Por exemplo, quando Claudio interpreta O BEIJO DA MULHER ARANHA, Paulo Cesar consegue transformar o teto do Espaço Sesc numa ameaçadora teia purpura, iluminando tão somente as barras de ferro onde estão colocados os refletores. Arrepiante. As projeções de Rico e Renato Villarouca da mesma forma dão ao espetaculo mais um de seus toques mágicos, principalmente no ultimo bloco (que não vamos revelar aqui para não acabar com a surpresa) onde cada um dos logotipos que aparecem no centro do palco são recebidos por manifestações espontâneas de encantamento vindas da platéia.

A destacar tambem os criativos arranjos de Marcelo Castro e Thiago Trajano ( que tambem estão ao piano e nas cordas respectivamente, juntamente com Edgar Duvivier nos sopros) e o design de som competente de Marcelo Claret.

VERSÃO BRASILEIRA é daqueles espetaculos que fazem o ato de estar na platéia numa experiencia absolutamente única. Saímos do teatro com muitas canções dentro da alma e lágrimas nos olhos por testemunharmos,em pouco menos de duas horas, a trajetória de dois meninos que se transformaram, com trabalho e nenhuma concessão, em maduros e verdadeiros Homens de Teatro.

Related Articles


Comment & Share


About Author

Subscribe to Author Alerts
Paulo Afonso De Lima Paulo Afonso de Lima lives in Rio de Janeiro,Brazil,where he has been

for more than thirty years a recognized Theatre Director and Drama

Teacher. Mr. Lima has directed more than seventy plays and musicals in

his Country, including HAMLET, FAUSTO by Goethe, THE DRESSER by Ronald

Harwood, HUGHIE by O'Neill, SONDHEIM TONIGHT (the first time the work

of Stephen Sondhein was presented to a Brazilian audience),FRED AND

JUDY-THE SONGS OF GARLAND AND ASTAIRE, GARDEL-O MUSICAL, WHITE NIGHTS

- a theatrical adaptation of Dostoievsky work, AMERIKA ( a musical

piece on Kafka famous book with music of George Gershwin and Scott

Joplin), LES MISERABLES ( not the musical but the staight adaptation

of Victor Hugo work by French playwright Guy LaForret, with more than

seventy actors. This production was also staged by Mr. Lima in

Portugal with a Portuguese cast), A FALECIDA by Nelson Rodrigues (the

most important Brazilian playwright), OEDIPUS by Sophocles, as well as

university productions of CABARET, FIDDLER ON THE ROOF, STEEL PIER,

DANCING IN THE DARK ( a musical approach for the stage of Lars Von

Thiers motion picture - music by Björk),THE BLUE ANGEL by Pam Gems and

recently, SWEENEY TODD (among many others), all of them at CAL, the

most famous drama school in Brazil. Mr Lima is recipient of many

Brazilian theatre awards in his career and in 1983 was invited by the

U.S. Government to visit during one year many American theatre

centers. About the staging of THE DRESSER, Mr Harwood (in Rio de

Janeiro for the opening night) declared to Brazilian newspapers : "Mr.

Lima approach to my play has a theatricality that, in more than fifty

productions worldwide, I have never expected to find. Bravo!". Paulo

Afonso de Lima is a contant researcher of the evolution of the Musical

Theatre in America, in his Country and in the whole world. His book A

BROADWAY É AQUI (Broadway is Here) about the amazing increase of the

American Musical Theatre among Brazilian audience, will reach

Brazilian bookstores later this year.


 
🔀BRAZIL SHOWS
ANDRE RIEU 2014 in BrazilANDRE RIEU 2014
(Runs 10/3 - 10/5)
Basel Chamber Orchestra in BrazilBasel Chamber Orchestra
(Runs 10/8 - 10/11)
Cavalleria Rusticana/Pagliacci in BrazilCavalleria Rusticana/Pagliacci
(Runs 10/18 - 10/29)
Ensemble Artaserse in BrazilEnsemble Artaserse
(Runs 11/11 - 11/13)
Tosca in BrazilTosca
(Runs 11/29 - 12/14)
The Nutcracker in BrazilThe Nutcracker
(Runs 12/21 - 12/28)
Footloose in BrazilFootloose
(Runs 4/1 - 4/3)

View All | Add Show | Auditions